Roberto Jaguaribe analisa as relações entre China e Estados Unidos, os maiores parceiros comerciais do Brasil


Direto ao ponto
Roberto Jaguaribe analisa as relações entre China e Estados Unidos, os maiores parceiros comerciais do Brasil

Presidente da Apex-Brasil, Roberto Jaguaribe concedeu entrevista à TV Estadão nesta semana. Ele foi questionado em relação às tensas relações comerciais entre China e Estados Unidos, os dois maiores parceiros comerciais do Brasil. Segundo o embaixador, já existem medidas efetivas adotadas pelos dois países, mas ainda não há deflagração total de uma eventual guerra comercial, mesmo que sejam verificados transtornos entre as duas maiores economias do mundo.

“Um potencial conflito comercial entre eles tende a ser muito mais negativo do que propiciador de oportunidades. Os Estados Unidos têm uma retórica dura, mas quando implementam ações, o fazem com muita racionalidade. É necessária muita prudência de ambos os lados”, afirmou Jaguaribe

De acordo com o presidente da Apex-Brasil, das grandes potências, a China tem o maior potencial de comércio e uma economia com muitas regras, mas com uma política deliberada de abertura para o mundo. “Todos os países podem contribuir para ajudar a evitar essa guerra comercial. Devemos atuar com equilíbrio, moderação e retórica, sobretudo os principais parceiros dos dois lados. É o caso do Brasil, que tem a China como primeiro parceiro comercial e os Estados Unidos, como o segundo”, definiu.

 

Confira a entrevista nos links abaixo:

Entrevista – Parte 1

Entrevista – Parte 2

 

 

 


Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *